sexta-feira, 6 de março de 2015
Título: Memórias de um Gigolô 
Autor: Marcos Rey
Editora: Companhia das Letras
Ano: 2003
Comprar: No seguinte site: Livraria Folha


Resenha:

Um dos meus autores preferidos, tanto na infância quanto agora na fase adulta. Apesar de que nunca vou amadurecer, vou ser eternamente uma criança. 

Marcos Rey foi um paulistano que soube como ninguém retratar a nossa São Paulo e sua gente.

Todos os texto de Marcos fluem com uma linguagem fácil e muito ritmo. O autor é direto, sem muito floreio. Texto repleto de ironia, senso crítico e com muito humor. Muitas vez nós pegamos rindo ou gargalhando durante a leitura.

Neste livro, os personagens são dinâmicos, envolventes, nos cativam na primeira aparição. Mariano, por exemplo, narrador da história, não esconde nada, deixa claro seus erros, suas fraquezas, suas mesquinharia é um personagem totalmente envolvente, engraçado e ao mesmo tempo terrível.

Apesar da história falar do mundo da prostituição, o livro não é pornográfico ou ofensivo. Há um certo lirismo, poesia e um final surpreendente.

Sem dúvida é um livro que vai te surpreender.

RECOMENDADÍSSIMO!!!



Contra Capa:

"Fazendo breve exame de consciência não posso me considerar um fracasso total" - é com essa confissão bem-humorada que Mariano, o herói deste romance, abre suas memórias. Criado pela cartomante Antonieta, Mariano era ainda um menino quando sua protetora morreu. Foi então adotado por Madame Iara, mulher elegante e bem relacionada, dona de um bordel de primeira classe. Começava aí uma promissora carreira de redator de bordéis que só seria interrompida para Mariano triunfar no boas-fondue paulistano do anos 30, já na condição de "rei da noite".

Esta é a crônica de uma cidade que morreu antes de ser conhecida de fato; uma São Paulo que destoa da imagem diurna e exuberante dos cartões-postais, e que resiste através da ficção. Nesta reconstrução literária dos tempos áureos da boemia, sobrevivem os tipos ordinários, as paixões lancinantes, as situações cômicas e os espaços esfumaçados - mas resiste, sobretudo, o prazer de escrever (e de ler) uma história bem contada, especialidade máxima de Marcos Rey. 

0 comentários:

Quem sou eu

Minha foto

Sou Jornalista, artesã, corredora(pelo menos tô começando), leitora fanática..., mas tem a cara de pau de achar que ainda pode dar conta de um blog, acredita?

Facebook

Visualizações

Tecnologia do Blogger.

Seguidores

Pesquise no blog

Meus livros no Skoob

Instagram

Popular Posts

Goodreads

Adriana's books

This Calder Sky
5 of 5 stars
Os Donos da Terra Janet Dailey Isabel Paquet de Araripe A Saga da Família Calder 01 Record 1983 Já devo ter mencionado, em outra resenha de algum livro da Janet Dailey, mas é necessário reforçar. Os personagens que está autora cria são ...
The Unexpected Millionaire
5 of 5 stars
Inesperado Susan Mallery The Million Dollar Catch 02 Harlequin 2014 Meu Deus!!! Como não se apaixonar por Willow? Impossível, é uma personagem cativante, hilária, espertinha, carinhosa e solidária. Não é atoa que Kane se apaixona d...
Das Kartengeheimnis
5 of 5 stars
O Dia do Curinga Jostein Gaarder Cia. Das Letras Ano: 1999 Já vou avisando, qualquer exagero, disparate, heresia ou algo que valha; escrito por mim nesta resenha, não pode ser classificado com absurdo, ok? Porquê? Muito simples. Sou ...
1808
5 of 5 stars
1808 Laurentino Gomes Planeta 2009 Apesar de estar ligado à história, Laurentino Gomes não é historiador ou biografo. Ele é jornalista. Por isso, talvez, posso dizer que este livro tem uma linguagem e uma compreensão dinâmica. Com mu...
Dance to the Piper
5 of 5 stars
Maddy Nora Roberts Os OHurley 02 Harlequin 2014 Não há dúvidas que Maddy é a mais maluquinha das trigêmeas. Identifiquei-me com muito com ela. É uma pessoa positiva, sem medo de arriscar e encarar o desconhecido. Quando se apaixona...

goodreads.com

Translate

Follow by Email